Oração da Manhã: 19 de fevereiro de 2018

Oração da Manhã: 19 de fevereiro de 2018

Começamos a preparação para viver a Páscoa de Jesus, com um tempo a que chamamos Quaresma. Não é tempo para se lamentar, nem chorar, mas para renovar a vida. Tempo para lançar a semente da fé e do amor na terra da nossa existência e permitir que, morrendo, ela fecunde a vida e a transforme! Para que a vida aconteça, tantas vezes é preciso morrer!
Para que os filhos possam ter uma vida em que não falte nada… tantas vezes os pais precisam “morrer” e trabalhar longas horas, dia após dia.
Para que os alunos possam progredir e aprender… tantas vezes professores e educadores têm que “morrer” para o seu tempo de descanso e de atenção à família.
Para que os doentes num qualquer hospital e centro de saúde possam ser cuidados com dignidade… tantos profissionais da saúde têm “morrer” para os seus próprios problemas e dedicar-se, de corpo e alma, para aliviar a dor.
Para que os meus resultados escolares apareçam…tantas vezes é preciso “morrer” para a brincadeira ou para as minhas saídas de fim de semana!
Se o grão de trigo não cair na terra e não morrer, fica só; mas se morrer produzirá muito fruto. (jo 12,24). Se o grão de trigo, ou uma qualquer semente, não se quiser entregar à terra e nela morrer, ficará sozinha, não produzirá plantas novas, sementes novas. Páscoa é isso mesmo…fazer o caminho de “morte” para ressuscitar (nascer) para uma realidade mais bela, renovada, em que se possa respirar vida… ser Vida!