Santiago de Compostela_Caminho Português

Santiago de Compostela_Caminho Português

Caros Pais, Encarregados de Educação, Amigos Amor de Deus

Bem-vindos a mais um desafio do “Caminho de Santiago”. Este desafio é para os pais, Encarregados de Educação, docentes e não docentes, ou seja, para toda a Família e Amigos Amor de Deus. A caminhada/peregrinação realizar-se-á entre os dias 20 e 25 de Abril. A proposta deste ano é percorrer o CAMINHO PORTUGUÊS (a partir de Valença do Minho).

Somos muitos os que fazemos deste momento uma oportunidade de encontro e de reflexão, de descanso, apesar do cansaço próprio do caminho! Momento para repensar a vida. Reencontrar e aprofundar o sentido da vida. Procurar curar situações dolorosas. Poder mergulhar dentro de si mesmo e rezar. Entender como podemos viver com tão pouco ou então, como devemos estar agradecidos pelo muito que temos.

Assim, partiremos no dia 20 do Colégio do Amor de Deus (Cascais) pelas 16 horas de autocarro. Partilhamos o jantar no Colégio de Nossa Senhora de Lourdes, no Porto e continuaremos de autocarro (juntamente com os participantes do Porto) até Valença de onde haveremos de partir rumo a Santiago de Compostela. Estaremos de regresso a Cascais dia 25 ao fim do dia.

O custo da peregrinação é de 220 euros e inclui viagens ida e volta, carro de apoio, credencial, guião, farmácia comum, t-shirt e polo, alojamento, albergues e hotel, pequeno-almoço e jantar. O número de inscrições é limitado e deverá ser feita a inscrição até dia 31 de março. Para fazer a sua inscrição bastará enviar um e-mail para o seguinte endereço: cad.pastoral@gmail.com com nome completo e contacto de telefone. Teremos um encontro com os participantes no próximo dia 31 de março, às 19 horas no Colégio do Amor de Deus para poder falar sobre a peregrinação/caminhada e esclarecer alguma dúvida. Após enviarem a vossa inscrição via e-mail devem fazer a transferência da primeira prestação – 110 euros – para o nib 0033-0000-4546-3467-2840-5 e enviar-me o comprovativo via e-mail.

Com os melhores cumprimentos,

Luís Adeganha